Inspiração

Podemos motivar as pessoas (filhos, clientes, colaboradores, colegas, eleitores, etc) a agirem de determinada maneira, a fazerem aquela coisa, a comprarem aquela ideia, aquele produto ou aquela ação, mas dificilmente essa motivação perdurará no tempo se não fizermos mais nada, se "deixarmos cair".

Mas se o pretendido não é um "ato único", falamos de lealdade e para a termos não basta estimular ou motivar, temos que Inspirar as Pessoas. A lealdade vem da capacidade de inspirar. A relação de lealdade que queremos adotada e que perdure, só se cria quando o "porquê" é claro e as pessoas acreditam naquilo que tu acreditas.

"Quando somos inspirados, as decisões que tomamos têm mais a ver com quem somos e menos com as empresas ou os produtos que estamos a comprar." (Simon Sinek)


Quando deixamos de ser (só) motivados e passamos a ser inspirados por algo ou por alguém com um "porquê" alinhado com o nosso ser, com quem somos, é que o nosso comportamento muda. Esse é o ponto em que começa a acontecer o processo de mudança.


Quando os nossos clientes pedem apoio aos b.plyers para fazer acontecer mudanças de hábitos, atitudes e comportamentos nas suas equipas, uma das reflexões que provocamos antes de, em conjunto, desenharmos um plano de ação, é se a organização está a saber inspirar a sua equipa.