top of page

The Gift - O presente

Ontem, mas também hoje e todos os dias do amanhã, são bons dias para estar presente, para encantar, para dialogar.

O título desta publicação poderá, ou não, fazer entoar notas musicais, mas o que efetivamente pretendemos é partilhar algumas ideias e práticas sobre um dos presentes mais eficazes para o desenvolvimento e crescimento pessoal e profissional - o FEEDBACK.

Esta é uma altura do ano em que a maioria das empresas promove, no âmbito de processos de avaliação (e gestão) de desempenho e desenvolvimento, sessões one to one entre líderes e liderados, com o objetivo de aumentarem a sua consciência sobre os seus pontos fortes e sobre quais as suas prioridades a serem trabalhadas - atitudes, comportamentos, conhecimentos, capacidades e competências.


Para que estes sejam momentos desejados, prazerosos e eficazes, podemos e devemos inspirar-nos com as práticas de mercado mais impactantes na performance dos intervenientes neste processo. Alguns dos principais fatores diferenciadores que marcam o sucesso destes momentos, dos mais e também dos menos formais - sim, porque o feedback deve ser contínuo, são:

- Receber feedback é a forma mais rápida de crescermos;

- Todos precisamos de feedback;

- Feedback é um presente;

- Devemos agradecer a quem nos dá;

- O diálogo tem que estar presente;

- Da partilha de ideias, surgem mais e melhores ideias, permitindo que todos se sintam valorizados com o seu trabalho;

- Disponibilidade e atenção plena ao outro, ao momento;

- O principal foco é na mudança, no futuro, ou seja, invista no feedforward (em vez de recalcar erros, causas e culpados);

- Ter sempre presente que é um momento de diálogo, de partilha de informação sobre comportamentos passados, que é dada no presente e que tem como objetivo influenciar o comportamento futuro.

- Resultar num plano de ação de melhoria - compromisso.


Pode na mesma conversa, utilizar os diferentes tipos de feedback:

- Utilize o feedback positivo para reconhecer o bom desempenho, elogiar, fomentar boas práticas.

- O feedback negativo pode ser mais difícil de dar (e de receber) mas é essencial para o nosso desenvolvimento. Assim, no momento certo, assinale, com factos, o desempenho inadequado, comprometendo-se com o que tem que ser ajustado, como e quando.

- Com um feedback construtivo, líder e liderado, em equipa, corrigem ações e comportamentos, indicam caminhos para a melhoria e evolução do desempenho

Dar e receber feedback é efetivamente uma competência cada vez mais necessária!

Gestor e executivos têm que gerir contextos complexos, mudanças aceleradas e imprevisíveis, lidando com equipas diversificadas e frequentemente dispersas; enquanto líderes, a sua eficácia passa pela capacidade de proporcionarem às suas equipas, às pessoas, feedback contínuo, construtivo e desafiador.

A B.PLY desenvolve programas e ações à medida para desenvolver uma cultura de feedback e crescimento na sua organização. Contacte-nos.

Comentários


bottom of page